A família, formadora da reta consciência moral
3 de julho de 2018
Mulheres que não querem ser mães
17 de setembro de 2018
Mostrar tudo

A família, primeira experiência de Igreja

Sétima Catequese:

A família, primeira experiência de Igreja

1. A Igreja, Povo de Deus, Corpo Místico de Cristo e Templo do Espírito é sinal e instrumento universal de salvação pelo tríplice ministério da evangelização, a celebração e a vivência da caridade. Graças ao ministério evangelizador, a Igreja proclama a grande Boa Nova de que «Deus quer que todos os homens se salvem» e que para isso enviou o seu Filho Único ao mundo. Pelo ministério dos sacramentos da iniciação, incorpora novos membros, os robustece e os alimenta; detrás dos sacramentos de cura, os cura de seus pecados e os alivia na enfermidade; pelos sacramentos da Ordem e do Matrimônio assegura cuidado eficaz de si mesma e da sociedade. Pela vivência da caridade, constrói a fraternidade dos filhos de Deus e faz-se fermento da sociedade humana.

2. A família é a primeira experiência de Igreja que recebe uma pessoa, pois nela a pessoa recebe uma primeira e elementar iniciação à fé, recebe os sacramentos mais importantes e tem a primeira experiência da caridade.

3. De fato, nascendo, os pais levam seus filhos para serem batizados e se comprometem a educar-lhes para que possam receber a Primeira Comunhão e a Confirmação, iniciando-lhes assim no mistério de Cristo e da Igreja. Quando já têm a capacidade de entender algo, ensinam-lhes as primeiras orações, abençoam os alimentos com eles, usam sinais religiosos, e iniciam-lhes nos primeiros passos do amor à Virgem Santíssima. Quando já são capazes de compreender algo, lêem com eles a Palavra de Deus e a explicam de uma maneira singela e acessível. No momento de assumir as responsabilidades de sua vocação pessoal: matrimonial, sacerdotal, religiosa, ou celibatária no meio do mundo, estão com eles. Desde o mesmo momento do seu nascimento, mostram-lhes um imenso carinho e uma constante dedicação, sobretudo, quando estão doentes ou têm alguma má formação ou deficiência física e/ou psíquica.

4. Uma experiência particularmente intensa de Igreja em família acontece quando pais e filhos participam na Missa do domingo. Nela, ao reunir-se com outras famílias e outros irmãos na fé, escutam a Palavra de Deus, rezam pelas necessidades de todos os necessitados e se alimentam de Cristo imolado por nós. A fé cresce e se desenvolve com estas experiências tão bonitas que dão sentido à vida ordinária, infundem paz no coração.

5. Em família também se vivem experiências especiais da Igreja na sua dimensão apostólica em alguns momentos particulares, p.e.: o Dia da Santa Infância, o Domund, a Campanha da Fome, a ajuda à países subdesenvolvidos ou afetados por terremotos, ciclones, grandes acidentes, etc.

 

Fonte: Catequeses do Conselho Pontifício para a Família